Como no ano passado, lojas de Adamantina devem aderir ao Black Friday (Foto: Arquivo | Sincomercio)

A Black Friday se tornou a maior data para o varejo nacional de alguns anos para cá e, por isso, as empresas devem ter estratégias bem definidas para crescer e fidelizar os seus clientes durante a data. E, no mercado, o impacto da Black Friday não é diferente. Nos últimos anos, de acordo com uma pesquisa da EBIT, o evento teve um faturamento de R$ 2 bilhões de reais e, segundo dados obtidos pelo Google, foram cerca de 3,76 milhões de pedidos.

O panorama nacional também deve refletir no comércio local. Apesar de muitas das compras serem realizadas pela internet, a expectativa também é de aumento nas lojas físicas de Adamantina. Segundo projeção do Sincomercio Nova Alta Paulista (Sindicato do Comércio Varejista), as vendas devem crescer até 6% no próximo mês.

Este ano a data da famosa promoção foi adiantada e ocorre no próximo dia 23 de novembro. Para atender a demanda dos clientes atrás das grandes promoções, o comércio de Adamantina funcionará das 9h às 20h, de forma ininterrupta, na ‘Sexta-feira Negra’.

Para aproveitar os benefícios da data, os comerciantes devem ficar atentos ao Código de Defesa do Consumidor Brasileiro, alerta Sérgio Vanderlei. “A oferta de produtos e serviços deve ser realizada de maneira clara, precisa e ostensiva, com a maior riqueza de detalhes possível. Para atender à legislação, os fornecedores de produtos e serviços devem se atentar às boas práticas de mercado, zelando pela boa-fé e pelo atendimento de excelência para evitar reclamações desnecessárias dos clientes, que possam afetar sua reputação de forma negativa”, enfatiza o presidente do Sincomercio local.