Olá queridos leitores. Vamos falar de séries? Que tal Riverdale?

Riverdale é uma série de televisão americana de drama adolescente baseada nos quadrinhos do Archie Comics, que se tornaram uma verdadeira febre nos anos 60.

“Riverdale” chegou sem grande alarde, em 2016, mas em pouco tempo se tornou uma sensação. Seus atores agora acumulam dezenas de milhões de seguidores, e a série viu a audiência nos Estados Unidos dobrar entre o final da primeira temporada e o começo da segunda (muito por conta, acredita a mídia especializada, do sucesso que fez ao ser adicionado ao catálogo da Netflix). Sua terceira temporada estreou agora no último dia 10.

Sinopse: Riverdale traz uma abordagem subversiva de Archie (KJ Apa), Betty (Lili Reinhart), Verônica (Camila Mendes), Jughead Jones (Cole Sprouse), Josie (Ashleigh Murray) e seus amigos, explorando o surrealismo de uma pequena cidade e seus curiosos habitantes. A pequena e tranquila cidade de Riverdale fica de cabeça para baixo quando é atingida pela misteriosa morte de Jason Blossom, um garoto popular do ensino médio e membro da família mais poderosa da cidade. Archie Andrews, Betty Cooper, Verônica Lodge, Jughead Jones, Cheryl Blossom, Josie McCoy e seus amigos exploram os problemas da vida cotidiana na pequena cidade, enquanto investigam o caso de Jason Blossom. Mas, para resolver este mistério, o grupo de amigos deve descobrir os segredos que estão enterrados profundamente na superfície da cidade, pois Riverdale pode não ser tão inocente como parece.

Poucos dramas teens conseguiram viciar tanto e é provável que você também se renda a ela mesmo que sua adolescência tenha ficado lá atrás.

A produção traz um ar bem mais sombrio. Os segredos e dramas vão se acumulando de forma instigante ao longo dos episódios da primeira temporada, fazendo com que você não consiga parar de assistir, mesmo quando a série descamba para o novelesco. O segundo ano segue pelo mesmo caminho investigativo, mas dessa vez com outro mistério.

Mistérios à parte, “Riverdale” também sabe falar de assunto sério. No primeiro ano, uma das tramas de maior destaque da série era sobre o sistema que certos garotos da Riverdale High tinham para classificar as garotas e como eles costumavam “aumentar” os detalhes dos encontros que tiveram com elas e espalhá-los, para humilhá-las. A produção também falou de racismo e drogas, e subverteu, com a amizade de Betty e Verônica, um dos maiores chicles da ficção: o de que meninas apaixonadas pelo mesmo garoto têm, necessariamente, que se odiar.

Os protagonistas cativam e fazem você torcer por eles, mas o maior destaque do elenco é Cheryl (Madeleine Pestch), a irmã de Jason. Uma presença forte sempre que aparece, ela tem um toque de vilã, embora não seja uma antagonista o tempo inteiro. A ruiva é dona de algumas das cenas mais difíceis e dramáticas da série e também de algumas de suas melhores frases.

Espero que vocês se apaixonem por essa série, tanto quanto eu.

Um excelente final de semana. Grande Beijo.

Vanessa Batista