Sem energia, comerciantes de Adamantina reclamam de prejuízos na véspera do Dia dos Pais

O Sincomercio manifestou insatisfação com atitude da Energisa, responsável pelo abastecimento na cidade

Comerciantes da área central de Adamantina enfrentaram problemas e contabilizam prejuízos após corte na energia, na tarde do último sábado (8), na véspera do Dia dos Pais. O desligamento causou prejuízos para moradores e comerciantes de vários setores da cidade. De acordo com a Energisa, as ruas Deputado Salles Filho, Euclides da Cunha, Joaquim Nabuco, Rui Barbosa, Duque de Caxias, Ramon Martins, alameda Navarro Andrade, Fernão Dias, Praça Henrique Gelain e avenida Cristóvão Goulart Marmo foram atingidas. Ainda de acordo com a Energisa, o desligamento iniciou às 13h e o retorno aconteceu por volta das 17h. Comerciantes da rua Deputado Salles Filho, por exemplo, afirmam que a falta de energia comprometeu a conservação de mercadorias.

Prejuízos

20150813084745Juvenal Aparecido Nascimento, conhecido popularmente como Gaúcho, proprietário de uma lanchonete, afirma que não foi notificado pela concessionária de energia e ficou surpreso com o desligamento na véspera do Dia dos Pais, quando o comércio está mais movimentado. “A estufa elétrica, o microondas e as geladeiras não funcionaram a tarde toda. Muitos deixaram de comprar, por isso, meu prejuízo chegou aos 20%. É constrangedor vender cerveja quente ou salgadinhos gelados. A Energisa deveria ter no mínimo comunicado os comerciantes sobre a falta de energia, para que a gente se preparasse.

20150813084747O empresário Irineu Dirami, proprietário de uma loja de calçados também na rua Deputado Salles Filho afirma que o prejuízo da loja com a falta de energia foi bem maior. “Nossas vendas foram prejudicadas em pelo menos 50%. Nossa equipe contava com a parte da tarde para vender mais, porque no período da manhã, a maioria dos clientes vão aos supermercados comprar alimentos para a confraternização com do Dia dos Pais e a compra do presente acaba ficando para a última hora. Perdemos vendas que estavam praticamente fechadas”, desabafa. O empresário diz ainda que o comércio esperava um Dia dos Pais bem melhor. “Todo mundo sabe que país está passando por um período complicado na economia e o comércio principalmente depende de datas como esta para faturar um pouco mais. E justamente quando temos uma data tão importante ficamos impossibilitados de vender devido a falta de energia, bem na hora de pico das vendas. É lamentável”, afirma.  Irineu está indignado com a postura da empresa concessionária de energia que nem sequer se preocupou em notificar os consumidores sobre o desligamento. “Fomos muito prejudicados e nem sequer fomos avisados. Ficamos na expectativa que a energia iria retornar logo, mas ficamos sabendo posteriormente que o desligamento seria a tarde toda. A loja estava lotada e não conseguimos finalizar muitas vendas. Na minha opinião, a Energisa jamais deveria fazer uma manutenção num dia tão movimentado e de comércio aberto. Não era nada tão urgente e poderia ser feito em outra data”, conclui o empresário.

Sincomercio

O Sincomercio (Sindicato Patronal do Comércio Varejista de Adamantina e Região ) manifestou insatisfação com atitude da concessionária de energia Energisa, responsável pelo abastecimento em Adamantina. “A desligamento prejudicou dezenas de comerciantes por longas horas. Por outro lado, a falta de comunicação por parte da distribuidora foi lamentável. O Sincomércio irá tomar as providências necessárias para defender os comerciantes”, afirma o presidente do Sincomércio Sérgio Vanderlei da Silva.

Posição da Energisa

Em nota encaminhada ao IMPACTO, a assessoria de imprensa da Energisa informou que o desligamento foi necessário para realizar manutenção preventiva nas redes, por meio da qual a empresa executa troca de materiais danificados, ou ainda  podas de  galhos de árvores que entram em contato com a rede e podem provocar interrupções acidentais. Entre os serviços realizados estão à instalação de espaçadores na rede, substituição de postes, limpeza de redes, inclusive retirada de restos de pipas.

Questionada se houve aviso prévio do corte, a assessoria informa que os consumidores foram avisados. “A Energisa adota procedimentos para aviso antecipado de interrupção de desligamentos, utilizando os seguintes meios: Aviso por comunicado impresso para clientes industriais e comerciais que tenham feito cadastrado na distribuidora para receber esse serviço, clientes que possuem equipamentos vitais para a saúde, clientes que atendem serviços essenciais e clientes com demanda contratada superior a 500 kW; Site da distribuidora na Internet, que publica semanalmente os desligamentos programados; Veículos de comunicação, rádios AM e FM; Torpedos SMS para os clientes que estejam com cadastro do celular atualizado na distribuidora.  A nota encerra afirmando que a Energisa orienta os clientes que caso desejem receber o comunicado de uma forma mais personalizada devem ligar no call center da distribuidora e cadastrar o número do seu celular. O telefone é 0800 70 10 326. A ligação é gratuita.

Os clientes comerciais também podem receber o comunicado de desligamento impresso e no endereço da unidade consumidora. Para isso também é necessário se cadastrar e ligar para o 0800.

PROCON

De acordo com o Procon, quem tiver prejuízos por dano elétrico pode pedir o ressarcimento das despesas. Isso deverá ser feito pelo órgão ou via Judiciário.