Vacina contra a Pólio pode ser encontrada no Posto de Saúde central e nas demais unidades básicas de saúde de Adamantina (Foto: Ilustrativa)

Uma das principais lutas do Rotary é a erradicação da paralisia infantil.

A poliomielite, doença deformadora e por vezes fatal, ainda ameaça crianças em algumas partes do mundo. O vírus da pólio invade o sistema nervoso e pode causar paralisia em questão de horas em qualquer pessoa, mas principalmente em menores de cinco anos. Apesar de não haver cura para a doença, ela pode ser evitada através da vacinação.

Desde o lançamento do Pólio Plus em 1.985, a primeira iniciativa para erradicar a paralisia infantil por meio da imunização em massa, o número de casos da doença caiu drasticamente. O Rotary contribuiu US$1,7 bilhão e inúmeras horas de trabalho voluntário na imunização de mais de 2,5 bilhões de crianças em 122 países. Além disso, a organização desempenha papel significativo ao influenciar governos doadores a contribuírem mais de US$7,2 bilhões à iniciativa.

Formada em 1.988, a Iniciativa Global de Erradicação da Pólio é uma parceria público-privada entre o Rotary International, a Organização Mundial da Saúde, o Centro Norte-Americano de Controle e Prevenção de Doenças, o Unicef, a Fundação Bill e Melinda Gates e governos de diferentes partes do mundo. O trabalho do Rotary se concentra na defesa da causa, arrecadação de fundos, recrutamento de voluntários e aumento da conscientização pública.

Atualmente, existem apenas três países onde a doença é endêmica: Afeganistão, Nigéria e Paquistão. Em 2.016 foram confirmados somente 37 casos de pólio no mundo, refletindo uma redução de mais de 99,9% desde a década de 1.980, quando ocorriam por volta de 1.000 casos por dia.

O número de casos representados pelo 1% restante são os mais difíceis de prevenir devido a fatores que incluem isolamento geográfico, precariedade da infraestrutura pública, conflitos armados e barreiras culturais. Até que a pólio seja erradicada, todos os países permanecem em risco de terem surtos da doença.

Para aumentar a conscientização sobre importância da erradicação da pólio, o Rotary Club de Adamantina está desenvolvendo uma série de ações de divulgação para informar a população sobre importância da vacinação das crianças.

O presidente do Rotary Club de Adamantina, Fernando Barusso, explica que o clube promove neste mês, em alusão ao Dia Mundial de Combate à Pólio, comemorado nesta terça-feira (24), uma intensa divulgação nos jornais impressos, portais de notícias, emissoras de rádios, nas redes sociais e através de outdoor, ressaltando que as vacinas contra à Polio estão disponíveis a qualquer momento nas unidades de saúde.

“Basta levar a criança até a unidade mais próxima de sua casa juntamente com a carteira de vacinação que as profissionais da saúde irão orientar corretamente sobre a idade na qual a criança deve tomar cada dose da vacina”, ressalta o presidente.

Em Adamantina, a vacina pode ser encontrada no Posto de Saúde central e nas demais unidades básicas de saúde do município.

logo