Caso foi flagrado em estrada rural de Adamantina (Foto: Polícia Militar Ambiental)

A Prefeitura de Adamantina foi multada em R$ 9,3 mil por degradação ambiental, na quinta-feira (29). Segundo informações da Polícia Militar Ambiental, foi constatada a supressão de 31 árvores em uma área rural da cidade.

Durante o patrulhamento rural, os policiais constataram a retirada de árvores nativas no local, provavelmente feitas com um trator do modelo pá carregadeira. Ainda conforme a polícia, foram suprimidas 31 árvores nativas das espécies Amendoim-bravo, Ipê-roxo, Farinha-seca e Monjoleiro.

A PM afirmou que a Prefeitura realizou na área o programa “Melhor Caminho”, porém a mesma não apresentou a autorização para o corte.

Diante da situação foi confeccionado o auto de infração ambiental de multa simples, no valor de R$ 9,3 mil, por explorar a vegetação nativa fora da reserva legal averbada de domínio público ou privado, sem prévia autorização ao órgão ambiental.

Os militares afirmaram que a conduta não será apresentada a autoridade judiciária local, pois, segundo eles, não é caracterizada como crime. A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente recebeu a via do auto de infração junto com as orientações quanto ao atendimento ambiental, ainda conforme a PM.

G1 tentou entrar em contato com representantes da Prefeitura de Adamantina, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

Caso foi flagrado em estrada rural de Adamantina (Foto: Polícia Militar Ambiental)
Caso foi flagrado em estrada rural de Adamantina (Foto: Polícia Militar Ambiental)
Caso foi flagrado em estrada rural de Adamantina (Foto: Polícia Militar Ambiental)