Os documentos de concessão de direito real de uso e subsequente doação foram assinados nesta segunda-feira (6) (Foto: João Vinícius | Grupo IMPACTO)

Visando a ampliação de empregos em Adamantina, além do desenvolvimento do Município com a injeção de recursos na economia e geração de impostos, a Prefeitura concedeu, por meio de concorrência pública, sete lotes para a instalação de empresas no distrito comercial, industrial e de serviços Valentim Gatti, proximidades do Parque Itamarati. A empresa Adasebo/Patense, que venceu licitação da área do antigo matadouro municipal, também recebeu a autorização para investimentos no espaço.

Os documentos de concessão de direito real de uso e subsequente doação, com encargos, desses imóveis, foram assinados nesta segunda-feira (6), com a presença dos investidores, prefeito Márcio Cardim (DEM), secretários municipais e vereadores.

A licitação, aberta no início do ano, disponibilizou 31 lotes para concessão no distrito industrial Valentim Gatti. Porém, as demais interessadas não cumpriram as exigências, sendo apenas sete empresas contempladas com áreas no local. Nas próximas semanas a Prefeitura abrirá novo processo licitatório para a concessão dos demais espaços.

Já para a área do antigo matadouro municipal, a licitação ocorreu em maio e a empresa Adasebo/Patense, que está localizada ao lado da área, venceu o processo, que possibilitará à ampliação de suas instalações.

“Só temos que agradecer ao empenho da Prefeitura, pois há cinco anos estamos trabalhando para a conquista deste espaço, para gerar mais empregos e renda ao Município, e somente agora foi aberta licitação e viabilizado os nossos investimentos”, disse gerente administrativo da Adasebo, Marcelo Martins de Oliveira.

As empresas beneficiárias têm prazos rigorosos para início da construção no espaço e operação na nova área. E, quem não cumprir as obrigações poderá perder a concessão.

Empresas são beneficiadas com concessão de direito real de uso para investimentos (Foto: João Vinícius | Grupo IMPACTO)