Apoio: Supermercado Godoy/Rede Smart

Após as eleições municipais o que se comenta nas rodinhas dos esportistas é quem será o novo secretário ou diretor de esportes na gestão Márcio Cardim.

Segundo os comentários, os nomes de Luciano Netto, Ronaldo Tuiuiú e  Luizinho Bill , são os nomes que estão sendo ventilados para assumir o cargo.

Quero enviar os parabéns aos coordenadores de esportes da Selar, que tiveram o apoio financeiro da UniFai para ir até São Bernardo do Campo, onde Adamantina disputou os Jogos Abertos. Passada a competição, nem sequer agradeceram ao diretor Wendell na imprensa local.

E por falar em Jogos Abertos, por que será que os responsáveis pela coordenação de esporte da Selar não divulgou na imprensa loca, a colocação de Adamantina nas modalidades que disputou. Será que foi devido a vergonha que a delegação teve na competição ou algum outro motivo que não sabemos?

Realmente o esporte adamantinense está uma vergonha. A cidade que já foi uma das melhores  em organizar competições  esportivas (dava inveja inclusive em outros municípios) , está há quatro anos sem organizar nenhuma competição de destaque. Ainda bem que deverá haver uma limpeza de servidores que deixaram a desejar neste período na Selar.

Muitos  esportistas  achavam que  depois que Pedro Milanesi deixasse a coordenação da Selar, muita coisa iria mudar. Realmente mudou. Só que para pior!

Não sei quem será o novo secretário ou diretor de esportes, mas seja lá quem for torço para que faça uma  faxina geral na coordenação de esportes. Esperamos que permaneça somente quem realiza um bom trabalho.

Quero parabenizar o bom trabalho do competente Ronaldo Lino, funcionário da coleta  seletiva, que aceitou o desafio de trabalhar pela primeira vez na arbitragem da Copa Regional de Futsal de Adamantina. Mesmo com as críticas de alguns treinadores, que tentaram vetar a indicação dele Lino realizou um excelente trabalho.

E por falar na Copa Regional, se dependesse dos coordenadores da Selar, esta competição não sairia nunca do papel. Temos que enaltecer os trabalhos do Dagoberto Pereira, do Cebola, do Elvis Bassilio, do Rafael Mortari e do Luis Octávio que organizaram a competição.