Delegada Laíza Fernanda Rigatto Andrade destaca os resultados das conciliações do Necrim de Adamantina (Foto: Divulgação | Polícia Civil)

O Necrim (Núcleo Especial Criminal) de Adamantina apresentou dados positivos no primeiro semestre de 2018 em comparação com o ano passado. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (2).

Segundo a Polícia Civil, houve aumento no número de conciliações, que ocorrem quando as partes envolvidas em um conflito procuram a especializada e, após audiência, acabam se conciliando.

Considerado “extremamente positivo”, o primeiro semestre deste ano teve porcentagem de conciliação de 94,59% e, segundo a delegada Laíza Fernanda Rigatto Andrade, responsável pelo Necrim local, a meta é superar os números apresentados. “Os relatos das partes atendidas são no sentido de receberem uma boa acolhida e ter seus pequenos problemas do cotidiano resolvidos”, informa.

A adoção de práticas alternativas pela Polícia Civil na solução de conflitos decorrentes dos crimes de menor potencial ofensivo vem sendo feita através dos chamados Núcleos Especiais Criminais e, em Adamantina, este atendimento diferenciado e especializado é realizado desde o ano de 2011.

“O Necrim e suas práticas mediadoras e conciliatórias aproximam a população de Adamantina e a Polícia Civil que passa a ser protagonista na pacificação social já que atua na busca de uma solução mais adequada em um conflito, com a participação dos próprios envolvidos”, finaliza.