Polo da Univesp ocupará prédio atual do Procon, PAT e Banco do Povo (Foto: Arquivo | Grupo IMPACTO)

Uma conquista bastante comemorada pela Prefeitura de Adamantina nos últimos meses foi à instalação do polo da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) na cidade. Porém, nem para todo mundo a novidade foi bem vista. O anúncio da instalação da instituição de ensino em local que atualmente é ocupado pelo Procon, PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) e Banco do Povo vem gerando impasse.

Inicialmente, a Prefeitura buscava instalar o polo da Univesp na antiga sede do Banco do Brasil na rua Deputado Salles Filho. Sem sucesso, a Prefeitura encontrou uma solução caseira para abrigar a universidade – prédio na alameda dos Expedicionários, próximo ao Campus I da UniFAI (Centro Universitário de Adamantina).

Porém, conforme informações obtidas pelo IMPACTO, os servidores do Procon, PAT e Banco do Povo não foram comunicados da mudança, sabendo da alteração de local pela imprensa, e nem foram procurados para informarem qual seria a estrutura necessária para abrigar os órgãos, gerando o impasse.

Ao procurar o prefeito Márcio Cardim (DEM) em busca de informações, foram avisados que seriam transferidos para prédio particular que está em construção próximo ao Parque dos Pioneiros, na avenida da Saudade. O local também abrigará a nova estrutura do Detran (Departamento de Trânsito) em Adamantina, que hoje ocupa duas casas na rua Arno Kieffer (atualmente é Ciretran).

Durante conversa com o Chefe do Executivo, os servidores questionaram a estrutura do local – que inicialmente foi construído para abrigar uma garagem de veículos – e se o espaço é suficiente para abrigar os quatro órgãos. Mas, segundo quem esteve presente na reunião, o prefeito não soube responder.

Ainda, segundo informações repassadas ao IMPACTO, a procura da população pelos serviços prestados pelos órgãos aumentou no último ano após desativação da agência do Ministério do Trabalho em Adamantina, que não tem previsão de quando voltará a funcionar. Aproximadamente 100 pessoas buscam diariamente o local para emissão de carteira de trabalho e agendamento para seguro desemprego. Sendo assim, o atendimento poderá ser prejudicado devido a possível falta de estrutura do novo espaço.

Outro problema apontado é a localização do novo prédio. Sem veículo para atendimento dos órgãos, os servidores terão que se deslocar a pé, quase que diariamente, para andamento dos serviços prestados pelo Procon, PAT e Banco do Povo.

Devido à indefinição, o atendimento atualmente dos órgãos está prejudicado, havendo risco de Adamantina perder o PAT. Enquanto isso, Osvaldo Cruz deverá inaugurar nas próximas semanas novo prédio que abrigará agência do Ministério do Trabalho na cidade e começará a emitir carteira de trabalho digitalizada.

O prédio na alameda dos Expedicionários passará por reforma nos próximos dias, como a troca do telhado, com os órgãos ainda em funcionamento no local.

Outro lado

Questionado sobre os impasses, a Prefeitura informou apenas que: “com a instalação do Polo da Univesp, o Procon/PAT/Banco do Povo serão transferidos para o prédio próximo ao Parque dos Pioneiros, que também abrigará o Detran. A transferência ocorrerá dentro do mês de fevereiro, assim que obras forem concluídas. Os servidores destes órgãos foram comunicados sobre a mudança e o prédio anterior passará por reforma para receber as instalações da Univesp”, finaliza a nota.