Apoio: Carlinhos Despachante ‘Bibi’ e Supermercado Godoy/Rede Smart

  • O frio no final de semana foi tão intenso, que o árbitro Fábio Beiço, teve que trabalhar de luvas durante os dois jogos das semifinais do campeonato Veteranos do Interfardão, realizado na Cecap. Há quem diga que Fábio espelhou na arbitragem do futebol europeu. Será?  Já imaginou se moda pega  em outras competições na ‘Cidade Joia’?
  • Nos bastidores esportivos de Lucélia é forte a notícia da saída de Edson “Bom-Brill”. Segundo dizem, ele vai pleitear uma vaga na Câmara Municipal. Dois são especulados para assumir, juntamente com João Carlos Dias o programa de esportes local da Rádio Difusora: Mica Peixeiro e Jamil Biá. Será que os dois são polêmicos tanto quanto do Edson?
  • Ainda sobre Lucélia, fiquei sabendo que na próxima edição da Copa Modelo/2017, vários dirigentes de equipes estariam tentando acertar com os organizadores para que somente equipes locais participem da tradicional competição esportiva da cidade, aconteceu na primeira edição. Será verdade?
  • Já nos bastidores do esporte adamantinense, comenta-se  que assim que encerrar o Interfardão, a Souza Eventos Esportivo deverá se reunir com os dirigentes  da Selar para organizar uma ompetição  de futebol médio de veteranos e outra de futsal aberto. Para que os eventos aconteçam deverão buscar  apoio de empresários.
  • O torneio da ADPM (Associação Desportiva da Polícia Militar) que será realizado no feriado de sete de setembro, na sede do clube, haverá mudança na ficha de inscrição. Os jogadores  deverão assinar o nome completo, nada de colocar apelido. Esta medida dos dirigentes é para não acontecer igual ao último evento,  quando uma equipe colocou mais de 25 nomes na ficha de inscrições e foi uma baderna só.
  • Ainda falando sobre o evento esportivo da ADPM, uma sugestão para os dirigentes que gostam de dar o chamado ‘balão’ no momento de pagar a taxa de inscrições. Disputam o torneio e depois ainda saem sem pagar. A organização estará atenta com relação a atitude antiética destes dirigentes e já avisa: se  não tiver condições financeiras é melhor nem participar, pois a taxa deverá ser quitada antes do início da competição.
  • Espero que os garotos que vão representar  Adamantina na disputa final campeonato futsal sub-10, da Liga de Marília, que acontece  dia 26, recebam pelo menos alimentação por parte da Selar.  Ou será que a diretoria da Selar deixará esta responsabilidade para os pais dos garotos? Estamos de olho!