De 6 a 10 de agosto, Adamantina recebe renomados juristas brasileiros na ‘Semana Jurídica 2018’. Organizada pela UniFAI (Centro Universitário de Adamantina), por meio do curso de Direito, e OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Adamantina em parceria com Poder Judiciário, Ministério Público e Polícia Civil, o ciclo de palestras discutirá temas atuais, como corrupção, crime organizado, ética, entre outros.

A abertura semana de debates será com o jurista e criador do Movimento #QueroUmBrasilÉtico, Luiz Flávio Gomes. Doutor em Direito Penal pela Faculdade de Direito da Universidade Complutense de Madri e mestre em Direito Penal pela Universidade de São Paulo, o jurista – um dos nomes mais conhecidos em todo o país – palestrará sobre ‘Corrupção, ética e o futuro do Brasil’.

No dia seguinte, 7 de agosto, o palestrante será o promotor de Justiça, Lincoln Gakiya. Especialista em segurança pública e uma das principais referências na investigação criminal de facções criminosas, ele atua como promotor do Gaeco (Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado) de Presidente Prudente, além de ser professor universitário, de cursos de pós-graduação e das Escolas Superiores do Ministério Público. O assunto abordado será ‘A inteligência no combate ao crime organizado’.

Também no dia 7, o secretário da Justiça e Defesa da Cidadania e presidente da Fundação Casa, Márcio Fernando Elias Rosa, debaterá o tema: ‘Corrupção como entrave ao desenvolvimento’. Membro do Ministério Público há 30 anos, ele foi procurador-geral de Justiça por dois mandatos e é mestre e doutor em Direito do Estado pela PUC/SP, professor e autor de livros jurídicos.

Na quarta-feira, dia 8, é a vez do juiz de Direito, Silas Silva Santos. Em seu currículo consta doutorado e mestrado em Direito Processual pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, especialização em Direito Civil, é juiz eleitoral, integra o quadro de juízes formadores e é coordenador-geral do núcleo de Presidente Prudente da Escola Paulista de Magistratura, e professor universitário da Toledo e Unoeste (Universidade do Oeste Paulista). O tema da palestra é ‘Tutelas de urgência’.

O juiz titular da 1ª Vara Especial da Infância e Juventude da Capital, Egberto de Almeida Penido, refletirá sobre uma ‘Justiça restaurativa, uma Justiça libertária?’, no dia 9 de agosto. O jurista também é juiz membro da Coordenadoria da Infância e Juventude do TJ/SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo), juiz responsável pelos trabalhos do Grupo Gestor de Justiça Restaurativa do TJ/SP, integrou o Grupo de Trabalho para Desenvolvimento da Justiça Restaurativa no Brasil do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e coordenador do Núcleo de Justiça Restaurativa junto as Varas Especiais da Infância e Juventude na Capital.

E, fechando o ciclo de debates, no dia 10, ‘A Lei 12.850/13 e atuação da Polícia Judiciária’ estarão em discussão na ‘Semana Jurídica 2018’. Os temas serão abordados pela desembargadora do TJ/SP, Ivana David, que atualmente integra a 4ª Câmara de Direito Criminal e a 9ª Câmara Criminal Extraordinária. É ainda membro da Comissão de Discussão da Nova Lei de Execução Penal da Ordem dos Advogados do Brasil – secção São Paulo, bem como da Comissão de Direito Digital e compliance da Ordem dos Advogados do Brasil, da Coordenadoria e de Execuções Criminais e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

As palestras acontecem a partir das 19h30, no auditório Miguel Reale (campus II).

Encerramento da ‘Semana Jurídica’

Fechando a ‘Semana Jurídica’, a Associação Atlética Acadêmica de Direito promove no sábado, dia 11, coquetel para autoridades jurídicas, políticas e de polícia de Adamantina. O encontro, que será realizado no Gêmeos Pub, tem objetivo de prestar homenagem aqueles que contribuíram, e colaboram, com o curso de Direito da UniFAI, seja em âmbito educacional, institucional ou do Município.

Logo após o evento para convidados, no mesmo local, haverá festa também promovida pela Atlética de Direito. Os convites serão vendidos em breve.