Curso foi oferecido pelo Fundo Social de Solidariedade de Adamantina em parceria com a Instituição Capaz (Foto: Divulgação | Prefeitura)

Na noite da última sexta-feira (19), foi realizada a formatura da primeira turma de costura industrial. O curso foi oferecido pelo Fundo Social de Solidariedade de Adamantina em parceria com a Instituição Capaz. Ao todo, participaram 16 alunas e o curso teve a duração de 152 horas.

Laísa Vieira Alves e Vitória Helena Soares Ribeiro integram a primeira turma. Vitória conta que estava desempregada e que procurou o curso para poder voltar ao mercado de trabalho. “Antes eu nem gostava da costura, estava mesmo focada em me capacitar para arrumar um emprego. Hoje, já estou trabalhando na área e gosto do que faço”, afirma.

Laísa também procurou o curso, pois viu nessa qualificação, uma oportunidade de encontrar uma nova recolocação no mercado de trabalho. “O curso foi ótimo, aprendi muito, a turma estava sempre cheia e a professora foi muito atenciosa”, comenta.

O presidente da Instituição Capaz, Nelson Carlos Baraldi, diz que firmou essa parceria com a prefeitura para oferecer as pessoas um complemento na profissionalização. “Nós propiciamos condições de profissionalização efetiva e por meio do curso conseguimos aumentar a capacidade dos participantes para disputar uma vaga em um mercado de trabalho tão competitivo”, assegura.

Marisa Cardim, primeira dama do município, explica que o Fundo Social de Solidariedade é um grande espaço de capacitação, muitos cursos vêm do Fundo Social Estadual.

“Sempre acreditei que podemos fazer mais, temos um compromisso de melhorar a qualidade de vida da nossa comunidade e uma das maneiras de fazê-lo é gerando emprego e renda, mas para isso precisamos oferecer as pessoas formas de desenvolverem seu potencial, adequado ao que já existe de demanda de emprego”, salienta.

Segundo Marisa, esse foi apenas o primeiro passo. “Já demos início a segunda turma e temos outro grupo se capacitando na carreta do SESI. Estamos elaborando um projeto de trabalho para capacitar mais pessoas para outras atividades”, finaliza.