Fiscalização encontra irregularidades em madeireira de Lucélia e aplica multa de mais de R$ 1,3 mil

Ação foi realizada pela Polícia Militar Ambiental, em Lucélia. Estabelecimento vendia madeira sem documento de origem florestal.

Estabelecimento foi multado por vender madeira sem documentação florestal (Foto: Polícia Militar Ambiental/Cedida)

Uma madeireira foi multada nesta terça-feira (1º) no valor de R$ 1.327,77, por vender 4,4258 m³ de madeira nativa sem documentação florestal, em Lucélia. De acordo com a Polícia Militar Ambiental, o estabelecimento também recebeu uma infração de advertência por armazenar o produto sem licença.

A equipe de patrulha rural realizou fiscalização no local e através do controle de estoque de madeiras, foi verificado o depósito de 1,04850 m³ de madeira nativa sem documento de origem florestal para o armazenamento, e também um déficit, ou seja, a venda de 4,4258 m³ do produto sem a mesma documentação competente, conforme a polícia.

Mediante a isso, foi lavrado uma multa de R$ 1.327,77 pela venda da mercadoria nativa irregular e um auto de infração de advertência pelo depósito de madeira também sem a licença florestal, conforme a corporação.

A ocorrência foi apresentada via ofício à delegacia de Polícia Civil de Lucélia, por infringir o artigo 46 da lei federal nº 9605/98, ainda de acordo com a Polícia Ambiental.

Estabelecimento foi multado por vender madeira sem documentação florestal (Foto: Polícia Militar Ambiental/Cedida)
Estabelecimento foi multado por vender madeira sem documentação florestal (Foto: Polícia Militar Ambiental/Cedida)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here