Endorfina

Neto Bechara é educador físico, apaixonado por ciclismo e escreve semanalmente para o GI Notícias sobre a Vida de Esportista

A endorfina é um neurotransmissor, assim como a noradrenalina, a acetilcolina e a dopamina e é uma substância química liberada pelos neurônios na comunicação do sistema nervoso.

É uma substância química que, transportada pelo sangue, faz comunicação com outras células, este é o hormônio do bem estar.

Sua denominação se origina das palavras “endo” (interno) e “morfina” (analgésico).

As endorfinas foram descobertas em 1975. Foram encontrados 20 tipos diferentes de endorfinas no sistema nervoso, sendo a beta-endorfina a mais eficiente, pois é a que dá o efeito mais eufórico ao cérebro. Composta por 31 aminoácidos, a endorfina é produzida em resposta à atividade física e durante o orgasmo, visando relaxar e dar prazer, despertando uma sensação de euforia e bem-estar.

Nos últimos trinta anos autores como Harber & Sutton, McGowan, Shyiu, Hoffmann e Heitkamp muito contribuíram para o que hoje se conhece sobre endorfina.

Estudos recentes apontam que a endorfina pode ter tanto um efeito sobre áreas cerebrais responsáveis pela modulação da dor, humor, depressão, ansiedade, como pela inibição do sistema nervoso simpático, responsável pela modulação de diversos órgãos como coração e intestino. Elas também podem regular a liberação de outros hormônios.

Você já ouviu falar que exercício vicia?

Algumas pessoas realmente são viciadas em atividade física. Esta dependência causada pelo exercício é atribuída às concentrações elevadas de endorfina produzida. Muitas pessoas se sentem irritadas, ansiosas, depressivas e com péssimo humor quando deixam de fazer exercícios físicos.

Mas esta liberação de endorfina depende das características da atividade física que estamos praticando. Entretanto, como se trata de um mecanismo provocado pela adaptação do corpo ao exercício, ela vai sendo liberada gradualmente desde o início da atividade e na próxima coluna vou contar o motivo pelo qual eu não deixo de correr.

Então vamos todos nos mexer, pular e correr.

“ Vamos todos correr e ao exercício recorrer. Correr pela saúde e pela endorfina e que seja essa a nossa sina”.