Vida de Esportista: Narcisismo e a indústria do consumo

Essa matéria surgiu em decorrência dos abusos da indústria da beleza que vende uma “imagem de beleza” que não condiz com a realidade tenho certeza. Isso gerou uma corrida desenfreada atrás de um ideal fabricado pelo mercado de consumo, e eu realmente não me acostumo a ver pessoas sofrendo por estar em busca desse ideal inalcançável e nem ao menos viável, seja pela questão financeira ou pela questão genética mas neste mundo quem quer vender não tem ética.

A lenda de narciso, surgida provavelmente da superstição grega segundo a qual contemplar a própria imagem prenunciava a morte, possui um simbolismo que fez dela uma das mais duradouras da mitologia grega. Narciso era um jovem de singular beleza que um dia ao observar o reflexo de seu rosto nas águas de uma fonte apaixonou-se pela própria imagem e ficou a contempla-la até consumir-se.

Lenda de Narciso na Mitologia Grega. (Foto: Reprodução/Internet)
Lenda de Narciso na Mitologia Grega. (Foto: Reprodução/Internet)

Na psicanálise o termo narcisismo designa a condição mórbida do indivíduo que tem interesse exagerado pelo próprio corpo. Mas é preciso ponderar sobre o que é o interesse exagerado pelo corpo uma vez que quando indagadas as pessoas relatam estarem em busca de saúde, a questão é que existe a saúde do físico e também a saúde da alma que busca abrandar os males da alma, que alias pode ser uma coisa muito diferente de acordo com a pessoa ou o contexto ao qual cada um esta inserido. Meu conselho para você é para não pensar demais para não sair ferido.

Narcisismo é gostar de mim mesmo e manter o otimismo, é me achar bonito antes mesmo de tomar café e ainda manter minha fé, manter a fé de que é nisso que eu preciso apostar e assim as pessoas de mim também vão gostar. O esporte é neste caso um grande aliado, ele esta do meu lado me deixando de alto astral e bem animado e é claro sempre motivado.

Bibliografia consultada: Barsa – Editora Britânica