Freis Francisco Belotti e Jacó Silva com representantes do Poder Judiciário, Ministério Público, Executivo, Legislativo, PAI Nosso Lar, Santa Casa e da Igreja Católica de Adamantina

Adamantina recebeu a visita, nesta quinta-feira (5), de freis da Associação e Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus, de Jaci (SP). Frei Francisco Belotti, administrador da Associação Franciscana, e frei Jacó Silva, diretor administrativo do Hospital Regional de Presidente Prudente, foram acompanhados por uma comitiva formada por representantes do Poder Judiciário, Ministério Público, Executivo, Legislativo e da Igreja Católica, além de médicos e empresários, durante visita às instalações da Santa Casa de Misericórdia e do PAI (Polo de Atividades Integradas) Nosso Lar.

O objetivo da visita, segundo a juíza de Direito, Ruth Duarte Menagatti, é sensibilizar os freis para assumirem as administrações das duas principais instituições de saúde de Adamantina. “É um sonho ter eles aqui. Porém, a resposta pode ser positiva para ambos os locais, apenas para um dos hospitais ou para nenhum”, afirma.

Após conhecer a estrutura da Santa Casa e PAI Nosso Lar, frei Francisco contou sobre a trajetória da Associação Franciscana, que atualmente administra 48 obras assistenciais no estado de São Paulo, duas no Rio de Janeiro, duas no Pará, uma em Minas Gerais e uma em Goiás, além de Porto Príncipe, no Haiti, cidade devastada por um terremoto em 2.010.

No Brasil, entre os serviços prestados estão: albergue, casas de espiritualidade, restaurante, assistência aos idosos, 17 hospitais gerais e dois específicos. A Associação está no Oeste Paulista desde 2.007, quando assumiu o Hospital Estadual Porto Primavera. Além disso, gerencia o Hospital Regional e o AME (Ambulatório Médico de Especialidades), em Presidente Prudente. Possui ainda três comunidades terapêuticas na região que cuidam, de maneira gratuita, de pacientes que buscam se recuperar do vício do álcool e das drogas. As comunidades fazem parte de uma rede com mais de 10 lares com o mesmo fim.

“Hoje, nenhum dos hospitais que administramos têm dívidas. E, tudo isso, não veio de mim, é Deus que age neste time de pessoas responsáveis”, destaca.

Sobre uma decisão em relação à Adamantina, frei Francisco pontua primeiramente que é oferecido para a administração da Fraternidade quase um hospital por dia. “Quando assumimos, abraçamos de verdade a instituição. Administramos com as mesmas características que os nossos hospitais. Agora, irei escrever para a Divina Providência e aguardarei a resposta sobre Adamantina”, diz. Padre Rui Rodrigues, da Paróquia Santo Antônio, completa: “independente da denominação religiosa, estaremos todos pedindo a Deus”.

O prefeito Márcio Cardim (DEM) também falou da expectativa da possível vinda dos freis à cidade. “A experiência de vocês somará com o trabalho que já é desenvolvido na Santa Casa e no PAI Nosso Lar”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here