Às vésperas do Natal, enfeites natalinos no centro da cidade ainda são dúvidas

Com falta de dinheiro e materiais utilizados nos anos anteriores estragados, a gestão Márcio Cardim (DEM) encontra dificuldades de implementar uma de suas metas de campanha - o resgate dos enfeites

Tradicionais, enfeites natalinos ainda não são garantidos em 2.017 (Foto: Arquivo | Grupo IMPACTO)

Às vésperas do Natal, a Prefeitura de Adamantina ainda não definiu a montagem das decorações natalinas no centro da cidade. Com falta de dinheiro e materiais utilizados nos anos anteriores estragados, a gestão Márcio Cardim (DEM) encontra dificuldades de implementar uma de suas metas de campanha – o resgate dos enfeites que se destacaram na Administração Kiko Micheloni.

Mais do que deixar a cidade com a “cara” do Natal, a decoração alusiva às festividades de final do ano ajuda o comércio a incrementar as vendas. Por isso, deste a época da campanha eleitoral o Sincomercio Nova Alta Paulista (Sindicato do Comércio Varejista) cobra de Márcio Cardim a retomada do investimento.

“Além de deixar a cidade mais bonita, os enfeites de Natal atraem muitos consumidores da região para Adamantina e, nos últimos anos, o comércio foi prejudicado devido a Prefeitura não realizar nenhum investimento. Esperamos que este ano seja diferente”, ressalta o presidente do Sincomercio Nova Alta Paulista, Sérgio Vanderlei da Silva.

Em maio, quando foi instituído o Conselho do Comércio Varejista, os empresários voltaram a debater o assunto com a Administração Municipal, principalmente com a vice-prefeita, Ana Maria Micheloni, que encabeçou a decoração de Natal na época que Adamantina era referência regional. Porém, apesar de ter se passado seis meses do início do debate, ainda há uma indefinição sobre o que será realizado em 2.017.

“Sabemos dos problemas herdados pela gestão municipal, mas os enfeites devem ser pensados como um estímulo aos comerciantes, que sofrem com os problemas econômicos que assolam o país. Ajuda a melhorar as vendas, consequentemente gerará mais renda ao Município com os impostos e possibilitará a abertura novas vagas de emprego”, disse Sérgio Vanderlei.

Ao IMPACTO, a vice-prefeita relatou a importância de se resgatar os enfeites natalinos, mas também apontou enfrentar muitas dificuldades. “Estamos fazendo o possível para que a decoração natalina volte acontecer em Adamantina. As dificuldades encontradas são muitas. Herdamos uma Prefeitura com muitos problemas, e esses são prioridades e precisam ser resolvidos. Realizamos reunião com ACE [Associação Comercial e Empresarial] e Sincomercio para tratativas de possível parceria, porém estes também manifestaram que passam por dificuldades o que os impossibilita de ajudar. Desta forma, a Prefeitura está estudando a viabilidade de investimentos. É muito importante que o Natal aconteça, pois recebemos muitos visitantes que movimentam o comércio local”, destaca.

Segundo Ana Maria, os materiais adquiridos e produzidos até 2.012 (administração Kiko Micheloni) foram abandonados ao longo desses últimos anos (gestão Ivo Santos e Pacheco). “Poucas coisas sobraram em condições de uso. Tudo terá que ser consertado, arrumado e pintado. Sabemos que a decoração com pet pode estragar com o tempo se não tiver a conservação adequada, o que não aconteceu”, lamenta.

A Prefeitura estuda os locais que receberão decoração natalina “de acordo com o orçamento” disponível. “Gostaríamos de enfeitar a cidade toda, mas no momento não há orçamento para que isso se realize. Vamos aguardar. Caso haja alguma definição divulgaremos em breve”, disse Ana Maria, que completa: “Acho importante resgatar o Natal em nossa cidade. A população fica feliz, as crianças visitam os enfeites, o comércio ganha um fluxo de movimento bastante significativo com as visitas aos enfeites, inclusive visitantes de cidades vizinhas. É importante destacar, que a administração não medirá esforços para resgatar esta tradição em nosso município e voltar a ser referência em nossa região. Trabalharemos muito para isso!”, finaliza a vice-prefeita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here