Prefeito Gilmar e vice Milton visitam obras em erosão da avenida São Paulo, em Parapuã (Foto: João Vinícius | Grupo IMPACTO)

Um problema que se arrasta há anos em Parapuã enfim terá uma solução efetiva pela Prefeitura: a erosão da avenida São Paulo. O buraco, que se abriu em 2013, ocupa boa parte da principal via da cidade, sendo uma antiga reivindicação da comunidade local.

Uma das metas do prefeito Gilmar Martin Martins, a obra de contenção de erosão e drenagem urbana na avenida São Paulo teve início recentemente, o que comprova o compromisso da Administração Municipal em solucionar problemas herdados.

Segundo a Prefeitura, a drenagem no local é deficitária há anos, sendo que em 2011 foi realizada uma obra no mesmo espaço, que dois anos depois foi perdida devido intenso período de chuvas.

Mas, desta vez, garante o prefeito, a construção foi projetada para sanar de vez o problema. “Não dava mais para ver a nossa principal avenida sendo engolida por uma cratera. Precisamos resolver! E agora, vamos solucionar definitivamente a questão”, enfatiza.

O valor da obra é de R$ 532.306,42, sendo R$ 350 mil do Ministério da Integração Nacional e R$ 182.306,42, de contrapartida da Prefeitura. Além do serviço de drenagem e contenção de erosão é realizada a limpeza, transporte de material, terraplenagem e aterro. A Prefeitura estima gastar mais R$ 48 mil com tais serviços.