Adamantinense é eleito coordenador do CDER-SP

O pleito foi realizado durante a 1ª Reunião do Colégio de Entidades Regionais de São Paulo e foi comandado pelo engenheiro Vinicius Marchese Marinelli, presidente do Crea-SP

Coordenador do CDER-SP, o técnico Daniel Robles ressaltou o protagonismo do CDER nas discussões técnicas dentro do Crea-SP (Foto: Felipe Marques | Crea-SP)

O técnico Daniel Montagnoli Robles e o engenheiro José Geraldo Trani Brandão foram reconduzidos, por aclamação, aos cargos de Coordenador e Coordenador Adjunto do CDER-SP exercício 2018. O pleito foi realizado durante a 1ª Reunião do Colégio de Entidades Regionais de São Paulo e foi comandado pelo engenheiro Vinicius Marchese Marinelli, presidente do Crea-SP. O encontro aconteceu na segunda-feira (19), na Sede Angélica do Crea-SP, em conjunto com o Fóruns das Instituições de Ensino e das Entidades de Classe.

Antes da eleição, o engenheiro Luís Salatiel ministrou a palestra “Engenheiro Líder”. Ele é formado pela PUC de Belo Horizonte e especializou-se em Gestão de Pessoas, Liderança e Coaching. Atualmente, é professor de Gerenciamento da Manutenção e Gestão de Projetos, realizando consultorias, palestras e treinamentos. É também autor dos livros “Gestão de Serviços Terceirizados” e “Engenharia – Liderança e Produtividade”.

A abertura do evento foi conduzida pelo engenheiro Vinicius Marchese Marinelli, presidente do Crea-SP; a engenheira Claudia Aparecida Ferreira Sornas Campos, Diretora de Entidades de Classe do Crea-SP; o engenheiro Élio Lopes dos Santos, Diretor de Educação do Crea-SP; e o técnico Daniel Montagnoli Robles, Coordenador do CDER-SP no exercício 2017.

O presidente do Crea-SP saudou os presentes ao evento e ressaltou a importância do pensamento em longo prazo: “estamos elaborando o planejamento estratégico do Conselho para os próximos anos e fica aqui a proposição de que vocês, enquanto lideranças profissionais, façam o mesmo em relação às entidades de classe, para que Crea-SP e associações caminhem juntos e cada vez mais próximos”, declarou o engenheiro Vinicius.

A engenheira Claudia afirmou que o Fórum é um espaço não só de discussão, mas também de aperfeiçoamento profissional. Em sua fala, o engenheiro Élio propôs a aproximação do Fórum das Entidades de Classe e Instituições de Ensino com as Câmaras Especializadas do Crea-SP.

O Coordenador do CDER-SP, técnico Daniel Robles, ressaltou o protagonismo do CDER nas discussões técnicas dentro do Crea-SP e lembrou que cada um de seus membros, enquanto líder em suas entidades de classe, é um multiplicador de informações junto a seus pares.

Em sua palestra, o engenheiro Luís Salatiel apresentou os desafios e as mudanças de comportamento da sociedade, bem como seus impactos na atuação dos profissionais da área tecnológica, tanto do cenário internacional quanto na realidade brasileira.

O cerimonial foi conduzido pelo agente José Camillo Lellis Junior. Presidentes de Associações, Conselheiros e demais convidados acompanham a palestra do engenheiro Luís Salatiel.

Ainda, na segunda-feira, foram aprovados o calendário de reuniões em 2018 e a composição dos comitês temáticos do CDER-SP.

A reunião encerrou-se com a apresentação do Superintendente de Comunicação e Eventos do Crea-SP, Gustavo Bertoni, a respeito do espaço dedicado ao CDER-SP no site do Conselho: www.creasp.org.br/cder.