Adamantina sedia pela segunda vez Jogos Regionais do Idoso em fevereiro (Foto: Arquivo)

Após 12 anos, Adamantina sedia pela segunda vez em fevereiro uma edição do JORI (Jogos Regionais do Idoso). Faltando menos de um mês para abertura oficial, a Prefeitura realiza últimos ajustes nas praças esportivas e a cidade vive a expectativa de receber cerca de 2 mil atletas e dirigentes esportivos durante os cinco dias de competição.

O JORI tem como objetivo a integração do idoso na sociedade por meio da prática e competição esportiva, além da promoção da qualidade de vida. A idade mínima para participar dos jogos é 60 anos. No total, o evento conta com 14 modalidades: atletismo, bocha, buraco, coreografia, damas, dança de salão, dominó, malha, natação, tênis, tênis de mesa, truco, voleibol adaptado e xadrez.

Melhorias

A 22ª edição da competição, que acontecerá entre os dias 7 e 11 de fevereiro, terá como praças esportivas o ginásio de esportes Paulo Camargo e quadra anexo, a quadra e piscina do campus III da UniFAI (Centro Universitário de Adamantina), o ginásio da escola Navarro de Andrade, a Acrea (Associação Cultural, Recreativa e Esportiva de Adamantina), ATC (Adamantina Tênis Clube) e os campos de bocha e malha do Jardim das Alamandas.

Nas últimas semanas, as secretarias municipais – comandadas pelo Fundo Social de Solidariedade – realizam adequações nos locais de sede das provas. “As praças esportivas requerem algumas melhorias, por exemplo, tivemos que diminuir a profundidade da piscina do campus III, os sanitários do ginásio de esportes passam por adequações, houve nivelamento da pista de atletismo do Acrea, colocação de proteção lateral de redes em três quadras, entre outras benfeitorias. São investimentos que ficam para os esportistas de Adamantina”, destaca a presidente do Fundo Social, Terezinha Fredi.

Segundo ela, serão investidos cerca de R$ 200 mil nas melhorias e compra de equipamentos oficiais de competição. Deste valor, R$ 100 mil é direcionado pelo Fundo Social do Estado, que também fica responsável pela alimentação dos atletas. “Estão sendo montadas sete cozinhas industriais que ficarão responsáveis pelas refeições dos competidores. Eles estarão alojados em nove escolas, municipais e estaduais”, explica Terezinha.

Expectativa

Adamantina sediou pela primeira vez em 2.006 os Jogos Regionais dos Idosos. Devido o sucesso daquela edição, a expectativa é grande por parte do comitê organizador e dos atletas. “Quando se falou que o JORI seria em Adamantina foi de uma alegria muito grande para os municípios, pois muitos lembram como foi em 2.006. Eles têm uma expectativa boa para Adamantina, principalmente em relação à recepção. A gente montou uma comissão muito forte, respeitada, formada por todos os secretários, para que quando chegue o dia a cidade esteja preparada”, diz Terezinha.

Além de sediar a competição, a expectativa também é dos aproximadamente 70 atletas locais que disputarão em casa o JORI. “Adamantina deve se inscrever nas 14 modalidades. Temos certa tradição nos Jogos, ficamos em 10º lugar na última edição em Marília. Jogando em casa e com a torcida a nosso favor, a expectativa é melhorar este resultado”.

A abertura oficial da 22ª edição dos Jogos Regionais do Idoso ocorrerá às 13h, do dia 7, no ginásio Paulo Camargo, com a presença da primeira-dama do Estado, Lu Alckmin.  “É uma festa, uma competição, mas também é um atrativo econômico para cidade. O idoso hoje tem poder aquisitivo, e ele vem para gastar em Adamantina. Nas noites de competição promoveremos eventos culturais, como cinema na biblioteca, baile do JORI no ATC, entre outras atividades. A cidade estará bem movimentada”, disse a organizadora, que completa: “fica o convite à população de Adamantina que certamente irá se surpreender. Temos que desmistificar essa ideia que o idoso deve ficar dentro de casa, ele é ativo, competitivo, então prestigiem os eventos. Será uma grande edição do JORI”, finaliza Terezinha.