Adamantina cresceu no IFDM (Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal), se consolidando com o maior desenvolvimento entre os 14 municípios da microrregião. A cidade – com nota 0,8321 – passou da 180ª para a 91ª posição no estado de São Paulo.

Divulgado na quinta-feira (28), pela Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), com base em dados de 2016, o IFDM 2018 monitora os indicadores sociais em 5.471 municípios, onde vivem 99,5% da população brasileira.

As três vertentes que compõem o IFDM apresentaram crescimento em Adamantina. O índice de emprego e renda atingiu 0,7057 ponto, a área da saúde alcançou 0,8246 e a educação – 0,9660, classificando o Município como de alto desenvolvimento.

Flórida Paulista

Com o pior resultado de São Paulo no índice de desenvolvimento dos municípios, Flórida Paulista teve uma queda significativa no componente Emprego e Renda.

Segundo a Prefeitura, o município tinha como principal empregador a usina Floralcool, de açúcar e álcool – que, após um período de dificuldades financeiras, fechou as portas em 2015. A usina empregava aproximadamente 3 mil funcionários durante a safra.

“Com o encerramento das atividades, a economia e geração de emprego na cidade ficou comprometida”, afirma o prefeito Wilson Fróio, ao Estadão.

A atual administração afirma que está à procura de interessados em reativar a usina, mas não tem obtido êxito.