Prefeito de Adamantina, Márcio Cardim (DEM), na assinatura do convênio, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

Desde sexta-feira (29), mais 122 municípios paulistas passaram a fazer parte do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo do Estado que tem o objetivo de reduzir pela metade os óbitos em ruas e estradas até 2020. Em solenidade no Palácio dos Bandeirantes, na capital, o governador Márcio França assinou a parceria com as administrações municipais, entre elas de Adamantina, Dracena, Lucélia e Osvaldo Cruz, na Nova Alta Paulista.

“A iniciativa permite que ampliemos as ações das prefeituras para reduzirmos o índice de acidentes. O principal, claro, é a conscientização. São 600 vidas que nós poupamos nos últimos doze meses e atingimos 91% do território de São Paulo. Agradeço aos parceiros pela manutenção do programa durante todo o tempo”, destaca o governador Márcio França.

Com a adesão dessas cidades, o programa passa a beneficiar 224 municípios do Estado. Realizados por meio do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), os convênios superam os R$ 180 milhões em recursos.

As ações do Movimento Paulista têm apoio de nove secretarias e órgãos do Governo de São Paulo e alcançam diretamente 91% da população que mora nas 224 cidades, por meio de recursos e de apoio técnico. “Trata-se de um investimento para salvar vidas e tornar nosso trânsito ainda mais seguro”, afirma Silvia Lisboa, coordenadora do programa.

Projetos

Vale destacar que uma das frentes de trabalho do Movimento Paulista é a promoção de convênios com as prefeituras. O recurso, proveniente de multas aplicadas pelo Detran.SP, é repassado para projetos elaborados com base nas informações do Infosiga SP, o primeiro banco de dados mensal que acompanha as fatalidades de trânsito e traz detalhes sobre as ocorrências.

Os acordos são firmados depois da estruturação das iniciativas, com apoio técnico do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito e do Detran.SP. Na cerimônia, prefeitos de 15 municípios assinam convênios com o governador Márcio França. Darão início às ações Andradina, Caçapava, Embu-Guaçu, Ibitinga, Ibiúna, Indaiatuba, Itapira, Itatiba, Mirassol, Mogi Mirim, Rio Claro, Sertãozinho, Tatuí, Valinhos e Votuporanga. Ao todo, os convênios chegam a R$ 9,2 milhões.

Recursos

Desde o início do programa, mais de 7,5 mil inciativas já foram viabilizadas. As ações englobam melhorias viárias, obras de sinalização e ações de educação e fiscalização. Nessa nova etapa, os 122 novos municípios que assinaram protocolos de intenção com o Governo de São Paulo terão R$ 70 milhões em recursos para projetos, totalizando R$ 180 milhões.

Outro diferencial do Movimento Paulista é a participação da iniciativa privada. Também nesta sexta-feira (29), representantes das empresas apoiadoras participaram de um café da manhã com o governador Márcio França.

Apoiam o programa Abraciclo, Ambev, Arteris, Banco Itaú, Instituto Mobih, Fundação Volkswagen, ONG Criança Segura, Vital Strategies e Together for Safer Roads (TSR).