A fisioterapia em benefício da mulher

Na semana em comemoração ao Dia Internacional da Mulher (8 de março), Maria Isabela Tiveron Frizão explica como a fisioterapia pode trazer benefícios para elas

Fisioterapeuta Maria Isabela Tiveron Frizão

O tratamento fisioterapêutico em Saúde da Mulher apresenta resultados excelentes para a paciente. Utiliza-se de terapia manual, eletroestimulação, exercícios terapêuticos, entre outros, com o objetivo de tratar distúrbios através de técnicas pouco invasivas, promovendo a melhora da qualidade de vida da paciente.

A especialidade em Saúde da Mulher se tornou uma aliada do público feminino.  “O atendimento exige uma atenção especial, com intervenção nas mudanças ocorridas durante as fases da vida da mulher”, explica a fisioterapeuta Maria Isabela Tiveron Frizão.

Confira às áreas de atuação da especialidade:

Obstetrícia

A fisioterapia atua durante a gravidez na prevenção e no tratamento de complicações que acometem as gestantes, principalmente relacionadas a dores lombares, cervicais e nos punhos, por meio de exercícios para fortalecer e alongar os músculos, orientações posturais, treinamento de equilíbrio e força muscular, além de prevenir ou melhorar os sintomas urinários, como a incontinência urinária realizando exercícios perineais. Também previne e trata problemas circulatórios, edemas e varizes por meio da dranagem linfática manual e atua ainda no controle de peso, da pressão arterial e diabetes.

“A fisioterapia atua tanto no período gestacional quanto no puérperio, tendo como objetivo acelerar o processo de retorno às condições não gestacionais, orientar as puérperas quanto a manter o seu corpo saudável, auxiliar ao retorno às atividades do dia-a-dia e a tratar as possíveis patologias apresentadas”, explica a fisioterapeuta.

Urologia 

Para muitas mulheres, a perda involuntária de urina é uma condição constrangedora e interfere na qualidade de vida. A incontinência urinária nem sempre está relacionada com a idade, podendo ocorrer por conta do esforço físico causado pela gestação, infecções urinárias de repetição, obesidade, fatores hormonais, entre outros.

“A fisioterapia é reconhecida como primeira linha de tratamento conservador dessas disfunções, pois trabalha desde as orientações comportamentais, exercícios para melhorar a coordenação, uso de aparelhos específicos para o tratamento e o fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico”, comenta Maria Isabela.

Câncer de mama

O tratamento para o câncer de mama, muitas vezes, requer de procedimentos que podem trazer como consequências complicações imediatas e/ou tardias para as pacientes.

“No pós-operatório imediato e tardio são realizados exercícios específicos para que não ocorra a diminuição do movimento dos braços, é também realizada drenagem linfática manual e enfaixamento visando tratar e prevenir linfedemas nos braços decorrentes da retirada de linfonodos. No pós-operatório são realizados exercícios e técnicas específicas para a diminuição da dor e visando o bem estar e a volta das atividades da paciente”, esclarece a profissional.

Dermatofuncional

A fisioterapia atua também nas disfunções estéticas, tanto corporais quanto faciais, utilizando técnicas de massagens, como as modeladoras, drenagem linfática e relaxantes, além de aparelhos modernos que trazem excelentes resultados.

“Os protocolos visam tratar as queixas da cliente, podendo ser celulite, flacidez e gordura localizada. São realizadas limpezas de pele, técnicas de rejuvenescimento (peelings), microagulhamento, entre outros”, destaca.

Serviço

A fisioterapeuta Maria Isabela Tiveron Frizão atende na clínica Vitalize, que fica na avanida Rio Branco, 193. Informações no: (18) 3522-1074.