Acidente com ciclistas foi registrado em Parapuã, neste domingo (19) (Foto: Cristiano Nascimento/Cedida)

Seguem internados na Santa Casa de Adamantina os dois ciclistas que foram atropelados enquanto pedalavam no acostamento da SP-294 (rodovia Comandante João Ribeiro de Barros) neste domingo (19), em Parapuã. O motorista de um veículo VW Voyage, com placas de Tupã, que dirigia alcoolizado, foi preso em flagrante.

As vítimas, de 32 e 34 anos, são de Adamantina e Osvaldo Cruz. Segundo a TV Fronteira, um deles passou por cirurgia no domingo e, o outro, deve passar por procedimento médico ainda nesta segunda-feira (20). Nenhum deles corre risco de morte.

De acordo com o site Mais Tupã, o motorista se recusou a realizar o teste do bafômetro e foi encaminhado pela autoridade da Polícia Civil ao Instituto Médico Legal, que constatou o consumo de álcool. O motorista participou de uma festa em uma casa noturna de Adamantina e seguia para Tupã, quando ocorreu o atropelamento.

O site Mais Tupã informa ainda que após analisar todo conjunto de elementos, e com base na gravidade do quadro de saúde das vítimas, o delegado da Polícia Civil, José Luiz Junqueira, decidiu pela prisão em flagrante delito do motorista pelos crimes de embriaguez ao volante e lesão corporal culposa em decorrência de condução de veículo automotor, sendo que as penas somadas ultrapassam quatro anos de reclusão, não cabendo fiança ao autor.

O motorista indiciado aguardará audiência de custódia que acontecerá nesta segunda-feira, no Fórum de Osvaldo Cruz, onde a autoridade do Poder Judiciário decidirá pela manutenção da prisão ou a soltura para que o acusado responda em liberdade.

O acidente

De acordo com portal Siga Mais, o motorista seguia no sentido Osvaldo Cruz a Parapuã, quando no km 566 da SP-294, por motivos a apurar, avançou pelo acostamento e atingiu os dois ciclistas, que transitavam pelo mesmo sentido de direção, arremessando-os.

Um dos ciclistas é morador em Adamantina e as lesões foram bastante severas nos membros superiores. Ele teve fratura exposta em um braço e o outro está bastante ferido. Foi socorrido pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros de Osvaldo Cruz ao pronto-socorro da Santa Casa daquela cidade, e depois transferido a Adamantina, para cirurgia com vistas a reparação as lesões.

Já o ciclista morador em Osvaldo Cruz teve lesões mais graves, sobretudo nos membros inferiores e quadril. Segundo relato de um amigo e companheiro das pedaladas, o carro passou sobre suas pernas, causando fraturas de grande complexidade e hemorragia. Ele também foi socorrido pela equipe dos Bombeiros até o pronto-socorro da Santa Casa de Osvaldo Cruz e transferido em caráter de emergência a um hospital de referência.

Ainda, segundo o portal de notícias, os dois ciclistas eram experientes no esporte e sempre faziam percursos de longa distância. Na manhã de ontem, o ciclista adamantinense deixou a cidade e encontrou o colega em Osvaldo Cruz, seguindo juntos. A próxima parada seria em Parapuã, onde outros colegas se integrariam ao grupo. O destino final era chegar a Rancharia, num percurso total que somaria 180 km, informou o Siga Mais.

(Foto: Cristiano Nascimento/Cedida)
(Foto: Cristiano Nascimento/Cedida)
(Foto: Cristiano Nascimento/Cedida)
(Foto: Cristiano Nascimento/Cedida)
(Foto: Cristiano Nascimento/Cedida)
(Foto: Cristiano Nascimento/Cedida)
(Foto: Cristiano Nascimento/Cedida)
(Foto: Cristiano Nascimento/Cedida)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here