Coleta seletiva passa a ser feita duas vezes por semana em Lucélia

A coleta seletiva será realizada todas as terças e quintas-feiras

A partir desta terça-feira (7), a coleta seletiva passa a vigorar duas vezes por semana em Lucélia, às terças e quintas-feiras

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, nosso País produz cerca de 240 mil toneladas de lixo por dia, onde a maioria é descartada de forma irregular. Algumas atitudes fariam total diferença, e a principal delas é a reciclagem.

Reciclagem é um conjunto de técnicas, capazes de fazer com que itens inutilizados se transformem novamente em matéria prima e voltem para o seu ciclo produtivo.
Essa é a alternativa que mais contribui com o meio ambiente, pois reduz a extração dos recursos naturais retirados da natureza, poupa água e enérgica, além de contribuir com a diminuição do volume de lixo.

A reciclagem é uma atividade que deve ter início em casa, através da adoção da coleta seletiva, que tem como principal objetivo a separação do lixo, sendo ele orgânico, inorgânico, reciclável e não reciclável e, após esse tratamento inicial, o resíduo poderá ser disposto a coleta seletiva e posteriormente, a reciclagem.

A reciclagem reduz, de forma importante, impacto sobre o meio ambiente: diminui as retiradas de matéria-prima da natureza, gera economia de água e energia e reduz a disposição inadequada do lixo. Além disso, é fonte de renda para os catadores.

COMO SEPARAR O LIXO DOMÉSTICO?
É muito fácil realizar a coleta seletiva em casa, em sacos separados e nos dias certos coloque cada resíduo em seu lugar.

– Segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira: somente resíduo orgânico, sobras de alimentos, cascas de frutas e legumes, papel higiênico, fraudas usadas – material molhado;
– Terça-feira e quinta-feira: plásticos, vidros, metais, papelão, embalagens, papéis – material seco

CAÇAMBAS NÃO SÃO LATAS DE LIXO
Somente resíduos da construção civil é permitido ser jogado na caçamba, como: terra, madeira, pedra, areia, cerâmica, cimento, granito, concreto em geral, argamassa e resto de tubulação.

Não pode ser descartado nas caçambas o lixo orgânico como resto de alimentos, lixo sanitário e papel higiênico, lâmpadas, fraudas descartáveis, isopor, pilhas, baterias, capim, galhos, móveis como sofá, mesa, guarda roupa, armários e outros.

ÓLEO DE COZINHA
A Prefeitura de Lucélia, por meio da Diretoria de Meio Ambiente, realiza mais uma ação que visa promover atitudes sustentáveis. Com apoio da empresa AC Óleos e Óleos, implantou a campanha “Troque seu óleo de cozinha usado por óleo novo”.

A cada quatro litros de óleo usado, poderá ser trocado por uma garrafa de óleo de 900 ml. O ponto de troca é no Paço Municipal.

LIXO VERDE
Como descartar de forma correta o lixo verde como folhas e resíduos de jardinagem: coloque em sacos somente folhas de árvores ou proveniente de jardinagem, é proibido misturar lixo orgânico ou reciclável junto com esses materiais. O caminhão que passa recolhendo o resíduo verde não recolhe outro tipo de material, como entulho, móveis, ferro velho, lixo orgânico ou reciclável.

A Diretoria de Meio Ambiente alerta que a população deve acondicionar bem o resíduo, sempre tendo consciência sobre o adequado e devido descarte do material que produzem em suas casas e empregos, não misturando os materiais muito menos dispor deste em qualquer local, é muito importante que todos colaborem porque uma cidade limpa depende de cada um.

Faça sua parte, incentive, de exemplo, todos juntos tornaremos a cidade mais limpa e bonita.